Théo Guilherme, um sonho que se tornou realidade!

Bom meninas estou aqui para contar um pouco da minha história para vocês.

Me chamo Sintia G. B. Ribeiro de Lima, tenho 26 anos, casada e sou DM 1 há 18 anos uso insulina lantus e novorapid (caneta). Tenho retinopatia e nefropatia diabética. Tomo somente Ramipril para ajudar no controle de perdas de proteínas pelos rins, que são sequelas devido ao mal controle glicêmico.

Tive dois abortos o primeiro em 2013 com 8 semanas, e o segundo em 2015 com 12 semanas.

Sofri muito pois só quem passa essa dor sabe.

Nunca controlei meu diabetes, era muito indisciplinada.

Após as gestações comecei a controlar meu diabetes e a entrar no eixo pois o sonho em ser mãe era maior que tudo.

Foi quando em abril de 2016 eu resolvi parar de tomar a pílula para pôr o mirena e engravidar após dois anos que seria em 2018. Pois até lá teria tempo para pôr o diabetes em ordem.

Ok, parei a pílula e estava aguardando a próxima menstruação para pôr o outro contraceptivo.

Mês de maio atrasou achei que era normal pois nunca fui muito regulada, eu teria uma consulta com meu ginecologista no dia 17.06.16 então resolvi fazer um exame de sangue para desencargo de consciência e lá veio o tão inesperado POSITIVO no dia 16.06.16.

Confesso que fiquei sem reação pois não esperava uma gravidez naquele momento. Fiquei louca, desesperada e com muito medo de perder novamente o bebe. Pois meu diabetes não estava nada bom glicada em 9.3%.

Bom então comecei com todos os cuidados possíveis. Fazia os destros quantas vezes fosse preciso no dia na noite e na madrugada. Fazia as correções de insulina conforme meu endocrinologista me orientava diariamente pelo whats. 

Na alimentação, confesso que não retirei nada comia tudo que tinha vontade pois nunca fui de comer muito e na gravidez também não aumentou meu apetite. Com a graça de Deus com 5 meses de gestação minha glicada já estava em 6.0%.

Meu diabetes ficou muito controlado até o final de gestação, não tive problema algum não precisei ficar internada em momento algum.

Devido ao diabetes ter ficado com resultados bons, meu bebe não nasceu obeso. Tive algumas hipers e muitas hipos no começo. Mas com a graça de Deus nada que afetou o meu bebe ou a mim, não afetou em nada na minha visão e nem nos meus rins. Tive uma equipe medica muito boa e responsável tanto o endocrinologista quanto obstetra. Fiz várias ultrassons, mais de 20 para ser exata, a partir das 34 semanas eu fazia 1 ultra por semana a com doppler, meu obstetra foi muito cuidadoso e agradeço a ele e a Deus por ter tido a gestação perfeita.



Engordei 16 kg mais foi mais inchaço do que gordura. Sai do hospital com 11 kg a menos.

Já voltei ao meu peso normal 53 kg. Não e fácil conciliar agora o diabetes e a vida de mamãe o bebe consome bastante tempo. Mas no fim tudo se ajeita, no dia de ganhar meu bebe minha pressão subiu foi a 22, mais foi somente no dia,depois normalizou creio que a pressão subiu devido ao nervosismo antes do parto e o medo do bebe nascer e ir para UTI.

Meu bebe nasceu de 37 semanas + 6 dias no dia 17 de janeiro de 2017, as 09h49 da manhã de parto cesariana pesando 2.545 kg e 46 cm e se chama Théo Guilherme meu menino tão esperado e amado. Teve algumas hipos mais não precisou ficar na UTI chegou no quarto primeiro que eu rsrs, teve que tomar banho de luz então ficamos 7 dias no hospital eu e ele, não quis deixar ele lá sozinho.


Se eu penso em ter outro? Não!kkkk, vou ficar somente com meu príncipe. Não é pelo DM não e sim por opinião mesmo um só está de bom tamanho rsrs.



Bom meninas, espero ter ajudado de alguma forma, e dizer também que é possível sim ter uma gravidez super tranquila e saudável mesmo sendo dm1.

Eu quero, eu posso, eu consigo!



Beijinhos doces para vocês e para quem precisar tirar alguma dúvida pode entrar em contato comigo pelo meu facebook ou pelo meu whatsapp (43) 98808 – 5268.

Sintia G. B. Ribeiro de Lima.

Diabetes e Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *